Quiabo desde os tempos mais remotos garantindo boa alimentação

Quiabo (Abelmoschus esculentus) é de origem incerta; mas acredita-se que ele veio da Africa, com os escravos e se espalhou entre vários povos de diversos continentes.

Ele é conhecido desde os tempos mais remotos fazendo parte da alimentação de várias famílias. No Brasil, ele é cultivado desde a época da chegada dos escravos; além de ser apreciado em várias regiões, principalmente pelos mineiros.

Conheça o Quiabeiro

Ele possui variados tamanhos, de acordo com a espécie, que pode alcançar até três metros de altura. Prefere solos ricos em nutrientes, rega constante sem encharcamento e clima tropical, por isso adaptou-se tão bem em solo brasileiro.

Possui folhas lobadas, peludas e belas flores amarelas, que são apreciadas por insetos. Seus frutos em formato de cápsula, variam do verde ao violeta; e apresentam certa aspereza, que pode ferir os dedos na hora da colheita. Propaga-se por sementes.

Propriedades do Quiabo

Ele é rico em fibras, vitaminas A, C, E, k, ácidos fólico e pantotênico; além de diversos sais minerais tais como manganês, magnésio, ferro, fósforo, cálcio, selênio e zinco. Ele possui propriedades digestiva, hipoglicemiante, antioxidante e anticancerígena.

Utilização do Quiabo

Ele é usado em diversas receitas culinárias tais como saladas, ensopados e com a tradicional galinha caipira, uma das iguarias mais tradicionais entre os mineiros.

Sua baba é considerada com um remédio natural, repleta de mucilagens, que ajudam no retardo do esvaziamento gástrico, promovendo sensação de saciedade, mas seu consumo é bem restrito, pois poucos a apreciam. Ela ainda é usada na medicina popular para alívio de úlceras, asma e para ajudar no controle da diabetes.

O consumo regular do quiabo auxilia na saúde das artérias, na digestão, no controle do colesterol, no fortalecimento do sistema imunológico e na prevenção do envelhecimento precoce. Ele ajuda ainda na saúde dos olhos e dos ossos.

Por muito tempo na roça, havia a crença de que o alimento era reimoso, ou seja, poderia fazer mal à saúde, sendo evitado por mulheres em resguardo ou pessoas adoentadas.

Onde encontrar o Quiabo?

Ele é encontrado em hortas domésticas, em lavouras para finalidades comerciais, em feiras livres, mercados municipais e em variadas receitas culinárias.

As plantas medicinais não substituem o acompanhamento médico e em altas doses podem ser prejudiciais à saúde.

Quiabo

Quiabo com galinha caipira

Quiabeiro

Quiabeiro

Quiabeiro

Quiabeiro

Quiabo

Quiabo

Be the first to comment on "Quiabo desde os tempos mais remotos garantindo boa alimentação"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.