Atiçador: usado para controle do fogo em fornalhas e muito comum nas roças brasileiras

O atiçador é um dos objetos cada vez menos comuns no dia a dia das pessoas, mas já foi uma peça muito comum na zona rural brasileira.

Conheça o atiçador:

Trata-se de um objeto com aproximadamente 30 a 40 cm de comprimento; confeccionado em ferro; com a função de mexer com o fogo nas fornalhas, (nas quais a lenha é queimada para a produção dos doces artesanais como o doce de manga e a rapadura) e até mesmo nos fornos à lenha.

O objeto é colocado em um cabo de madeira que, por ser mau condutor de calor; permite a pessoa manusear o atiçador sem se queimar.

Pelo fato do cabo ser de madeira, a pessoa não pode permanecer com o objeto por muito tempo dentro da fornalha. Dessa forma, o atiçador é usado quando se deseja virar um tronco em brasa dentro da fornalha (para aumentar ou reduzir o fogo); para alterar a disposição dos gravetos e troncos de árvores em processo de combustão nas fornalhas.

Conheça o uso do atiçador:

No preparo da rapadura, é muito comum o uso do bagaço seco da cana-de-açúcar. Esse bagaço corresponde ao caule da cana amassado; após ter sido passado na moenda para retirada do caldo (a garapa); que é a base da produção da rapadura.

O bagaço é deixado ao tempo para secar e, na sequência, usado como combustível para fervura da garapa e preparo do melaço (ou melado) que, quando resfriado, é a rapadura.

Como o bagaço seco queima muito rápido e libera muito calor, o atiçador tem um papel importantíssimo. A pessoa responsável pelo controle do fogo nas fornalhas, coloca o bagaço na entrada da fornalha (“boca” da fornalha); e com o uso do atiçador empurra a massa seca de bagaço para o interior dela.

Ainda com uso do atiçador, o bagaço pode ser melhor distribuído dentro da fornalha, de modo a promover uma melhor distribuição do calor, fazendo com a tacha com a garapa ferva uniformemente.

Atiçador

Atiçador em uso na fornalha

Atiçador

Be the first to comment on "Atiçador: usado para controle do fogo em fornalhas e muito comum nas roças brasileiras"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.