Rapadura desde a antiguidade adoçando o paladar dos brasileiros

Avalie esta postagem

Rapadura, originária das Ilhas Canárias, conhecida como raspadura, que eram as sobras dos tachos, nos quais se apuravam a garapa e a transformava em uma calda em ponto firme, que após resfriamento dava origem aos tijolos.

Ela é conhecida por vários nomes em diversas regiões tais como panela (Colômbia, Venezuela, México, Equador e Guatemala); papelón (Venezuela e Colômbia); chancaca (Bolívia e Peru); piloncillo (México); empanizao (Bolívia) e tapa de dulce (Costa Rica).

A rapadura movimentou a economia de várias regiões brasileiras, principalmente a nordestina, durante os séculos XVI ao XVIII.

Conheça a Rapadura

A rapadura surgiu por volta do século XVI e foi criada como alternativa para o transporte do açúcar, pois de outra forma, melava durante o longo tempo destinado para levá-la de um lugar para o outro.

Produção da Rapadura

Abaixo o processo de produção da rapadura:

-Após o corte e higienização da cana-de-açúcar, ela é transportada ao engenho para moagem;

-Após moagem o caldo ou garapa segue em direção às tachas, passando primeiro por uma espécie de filtro, para retirar suas impurezas;

-O caldo de cana será fervido na tacha até obter o ponto de melado, que é uma calda mais grossa;

-Quando se torna melado, ele é batido com uma pá de madeira, até obter consistência mais firme e tira-se o ponto;

– Quando está no ponto, com auxílio do reminhol, o melado é levado para a resfriadeira (uma espécie de canoa);

– Ao atingir temperatura ideal, ele é acondicionado em formas que possuem formato de paralelepípedo;

-Após o resfriamento total, ele é retirado das formas e embalado para armazenamento e comercialização.

Sabores da Rapadura

Quando o caldo transforma-se em melado, poderá ser acrescentado sabor à mistura, que poderá ser de coco, amendoim, mamão ou abóbora. Após acrescentar o sabor, deverá bater e deixar no fogo até tomar a consistência para formação dos tijolos.

Propriedades da Rapadura

A rapadura contém gordura, proteínas, carboidratos, sais minerais tais como ferro, cálcio, manganês, zinco, cobre, potássio e fósforo; além das vitaminas B1 e B12, C, D e E.

Ela deve ser ingerida com moderação, por ser muito calórica e prejudicial aos diabéticos, que antes de consumi-la, deverão solicitar orientação ao médico responsável.

Onde encontrar a Rapadura?

Ela é encontrada em feiras livres e mercados municipais, em fazendas que têm o turismo rural como fontes de renda e em algumas propriedades rurais que fabricam a iguara artesanalmente para consumo próprio.

Caldo de cana abrindo fervura

Melado

Melado na resfriadeira

Rapadura

Rapadura

Be the first to comment on "Rapadura desde a antiguidade adoçando o paladar dos brasileiros"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.