Jaratataca, e seu forte odor que espanta predadores

Rate this post

Que a fauna brasileira é repleta de espécies lindas e diversas, disso a gente já sabe. Mas você sabia que por aqui existe uma espécie típica dos desenhos animados? Pois é! E o nome dela é Conepatus semistriatus, popularmente conhecida como jaratataca, cangambá e zorrilho. Mas, caso você não esteja se lembrando muito da carinha desse mamífero, provavelmente já deve ter ouvido falar em um animal preto e branco, que ao ser ameaçado, libera um forte odor para evitar seus predadores.

Jaratataca (foto: Dado Gomes – http://g1.globo.com/sp/campinas-regiao/terra-da-gente/fauna/noticia/2016/09/jaritataca-tem-faixa-nas-costas-e-emite-odor-forte-quando-ameacado.html)

Características da espécie

A jaratataca é um mamífero da grande ordem Carnivora, onde se encontram os animais que se alimentam de proteína animal, como a onça-pintada, a ariranha, dentre outras belas espécies. Contudo, trata-se de um animal de porte relativamente pequeno, que pode medir até 50 centímetros de comprimento, e cerca de 25 centímetros de cauda, que por sinal é bastante felpuda. Consequentemente, seu peso também é pequeno, com uma média de 3 kg.

Associado principalmente a filmes de animação, o zorrilho é um animal que apresenta coloração que varia de marrom escuro ao preto, com uma listra branca que pode ir desde a cabeça até sua cauda. Além disso, por ser um animal carnívoro que possui grandes habilidade de escavação, possui longas garras e membros anteriores bem fortes adaptados a tal atividade.

Zorrilho (foto: https://www.biodiversity4all.org/taxa/925699-Conepatus-semistriatus)

Distribuição e hábitos da Jaratataca

O cangambá é uma espécie que pode ser encontrada em diversos países da América Latina, principalmente na região do México e do Peru. Já no Brasil, ela é visualizada nas áreas de Cerrado, Pantanal e Caatinga; embora sua visualização seja bem difícil.

Já em termos comportamentais, trata-se de um animal de atividade crepuscular e noturna, de hábito terrestre; visto que são capazes de cavar buracos que utilizam tanto como tocas, quanto como futuros ninhos, embora também possa utilizar buracos em troncos de árvores. Sua alimentação, como já mencionado, é baseado em proteína animal, embora seja uma espécie que também pode se alimentar de proteína vegetal. Desse modo, utiliza de suas garras e de seus membros anteriores para procurar seu alimento cavando o solo.

Outro ponto interessante consiste no fato de que a jaratataca é um animal solitário, que pode ser encontrado aos pares no período reprodutivo. Após a cópula, a fêmea tem uma gestação que dura cerca de 2 meses, podendo originar em torno de 4 filhotes.

Vale ressaltar também que, uma das características mais conhecidas dessa espécie é sua estratégia de defesa bem peculiar: a liberação de um odor que afasta seus predadores. Isso porque o zorrilho apresenta glândulas na região perianal que liberam uma substância altamente volátil e de odor bem fétido que é liberada em caso de ameaça. Além disso, embora essa espécie pareça ser tranquila, pode ser bem agressiva com potenciais predadores, tais como o lobo-guará e a jaguatirica.

Be the first to comment on "Jaratataca, e seu forte odor que espanta predadores"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.