Jaguatirica, o terceiro maior felino da América do Sul

Rate this post

A jaguatirica (Leopardus pardalis), também conhecida como gato-maracajá-verdadeiro, é um dos maiores felinos existentes no continente sul-americano. Com ampla distribuição geográfica, é encontrado desde a região sul dos Estados Unidos, até a região ao norte da Argentina; ao passo que no Brasil, habita quase todos os biomas brasileiros, com exceção dos pampas gaúchos.

Jaguatirica (Foto: https://www.westend61.de/en/imageView/RHPLF08714/ocelot-leopardus-pardalis-at-night-pantanal-mato-grosso-brazil-south-america)

Descrição da espécie

A jaguatirica é uma das espécies representantes da família Felidae, dentro da qual estão outros belíssimos animais, tais como a onça-pintada e a onça-parda. Contudo, seu tamanho se diferencia consideravelmente das espécies anteriores, sendo um felino de porte médio, que pode chegar a medir em torno de 1 metro de comprimento, sendo que sua cauda pode chegar a medir 40 centímetros. Além disso, é um animal não muito pesado; cuja massa corporal gira em torno de 10 kg, sendo o macho mais pesado que a fêmea.

No que se refere à sua pelagem, esta chama a atenção de quem encontra essa espécie nas matas, uma vez que tem uma coloração dourada, com rosetas mais escuras dispostas lateralmente, formando listras. Estas, por sua vez, são bem extensas, e podem ir da região dos olhos, até a ponta da cauda.

Hábitos da Jaguatirica

Essa espécie se caracteriza por ser uma espécie solitária, predominantemente noturna; e que habita regiões de Mata Atlântica, Cerrado e Caatinga, embora também seja encontrado em florestas mais densas. Assim como as demais espécies de felinos, é um animal extremamente ágil, que se destaca por sua habilidade de escalada, principalmente de árvores, onde permanece tirando um cochilo durante o dia; e também de natação, haja vista que também é capaz de viver em locais mais alagados.

No que se refere à sua alimentação, trata-se de um animal da ordem Carnivora, cujos representantes se alimentam de proteína animal, e possuem um par de dentes chamados “carniceiros”, que atuam como uma lâmina no corte da carne de suas presas. A jaguatirica é um carnívoro que se alimenta de roedores, preguiças, aves, répteis, dentre outros animais.

Em relação à reprodução, o gato-maracajá-verdadeiro é um mamífero placentário, cuja gestação dura em torno de 3 meses, resultando em 2 filhotes em média. Um mês após o nascimento, os filhotes já podem sair para caçar com a mãe; e após 2 meses já conseguem se alimentar de opções mais sólidas; embora a amamentação continue até os 9 meses de idade. Vale ressaltar ainda que a expectativa de vida da espécie pode chegar a mais de dez anos.

Jaguatirica (foto: https://br.pinterest.com/pin/345932815101656165/)

Conservação da Jaguatirica

Tal como outras espécies de felinos, o gato-maracajá-verdadeiro encontra-se na lista de animais ameaçados de extinção. Contudo, embora até o final dos anos 1980 a caça tenha sido o principal fato para a redução do número de indivíduos da espécie; atualmente, o agravante se dá por meio da destruição dos habitats desses animais, através do desmatamento de áreas de mata.

Be the first to comment on "Jaguatirica, o terceiro maior felino da América do Sul"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.