A invenção do ferro a brasa

A invenção do ferro a brasa foi atribuída aos chineses mais ou menos no século V. Era utilizada uma taça metálica, onde se colocava o carvão em brasa, com um cabo de marfim que movimentava essa taça nos tecidos a serem alisados.

Na Europa, no século XIII, utilizava-se uma espécie de lata com orifícios onde se colocava a brasa, mas era comum as roupas ficarem sujas de carvão.

Após a invenção da energia elétrica em 1882, o ferro a brasa começou a ser substituído por outros objetos que foram se modernizando até chegar aos aparelhos que conhecemos atualmente.

Ferro a brasa

Os primeiros registros do ferro a brasa em nosso país foi a partir do século XVII, utensílio que foi usado por muitos anos, pois a energia elétrica foi se popularizando lentamente. Principalmente na zona rural, ele foi usado até pouco tempo e ainda existem locais mais distantes, nos rincões desse imenso país, que ainda o utilizam.

O ferro a brasa é um instrumento feito à base de ferro fundido, oco em seu interior, com uma tampa que abre e fecha, com um local de apoio em madeira, que pode ser chamado de alça, com uma espécie de chaminé, e um trinco para travamento da tampa.

 

No interior do ferro era colocada a brasa (carvão ou lenha incandescente, mas sem chama) até a borda, com a tampa fechada e com trinco travado, o instrumento esquentava e estava pronto para alisar os tecidos. Quando a brasa apagava e o ferro esfriava, era substituída por outra e o processo se repetia até terminar de alisar toda a roupa da família.

Ferro a brasa

Be the first to comment on "A invenção do ferro a brasa"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.