Cama de cipó, testemunhou a saga dos imigrantes que chegaram no Brasil

5 (100%) 2 votes

Os imigrantes quando chegaram ao Brasil, foram instruídos pelos seus informantes; que o País era tão rico, que eles deveriam vir para cá apenas com a roupa do corpo.

A imigração teve início por volta de 1530, quando os portugueses iniciaram a colonização brasileira. Ela começou com os escravos, que por anos foram contrabandeados de sua terra natal; mas após a abolição da escravatura, os europeus manifestaram interesse pelas novas terras; motivados por diferentes razões.

Principalmente do início ao final do século XIX, milhares de imigrantes italianos, alemães, croatas, japoneses e de outras nacionalidades chegaram ao Brasil, com a promessa de trabalho e riqueza.

Início da vida no Brasil

Os imigrantes vieram para o Brasil com promessas das mais variadas possíveis; além de buscar trabalho, por causa da crise econômica que afetava sua terra natal.

Ao chegar em solo brasileiro, perceberam que as dificuldades seriam imensas; além de adaptar-se à realidade de que tudo deveria ser conquistado através de trabalho duro.

Diante da promessa de riqueza e trabalho, muitos imigrantes nada trouxeram e tiveram que adaptar-se à nova realidade; além de trabalhar duro para conseguir alimentação e pequenos trocados.

Os homens trabalhavam nas lavouras e as mulheres nos afazeres domésticos; além de ajudar nas plantações e no cuidado dos filhos. Nesse período, toda a alimentação era produzida em lavoura de subsistência, ou em hortas domésticas, pois havia somente plantação de cana-de-açúcar ou café.

Muitos não tinham casa, roupas, nem local para dormir. Dessa forma eles tinham que usar da criatividade e de conhecimentos de sua terra natal.

Um exemplo da criatividade deles é a cama de cipó, pois com a prosperidade no trabalho, havia a possibilidade de confeccionar o artefato para que o trabalhador pudesse repousar.

Com a adaptação nas novas terras e trabalho duro, as famílias começaram a prosperar e a construir suas casas de madeira, pois costumavam dormir em troncos da árvores; ou faziam pequenas construções de pedras para abrigo.

Com o tempo, começaram a construir seus próprios móveis, ou pequenas adaptações para guardar mantimentos para sua alimentação.

Cama de Cipó

A cama de cipó é um artefato retangular, cujos pés eram duas madeiras em formato de X. Ao meio do retângulo, o cipó verde, por ser mais maleável, era entrelaçado para cobrir toda a extensão, de modo a forma uma cama. Ela possuía o comprimento aproximado de 2 metros e 0,90 cm de largura. Por ser feita artesanalmente, tinha dimensões variáveis, de acordo com quem iria utilizá-la.

Com o tempo o cipó secava, ficava quebradiço; por isso era substituído por novo entrelaçamento para garantir mais um temporada de descanso.

Onde encontrar a Cama de Cipó?

A cama de cipó era muito comum até o século XIX, mas atualmente ela faz parte de museus, que retratam a saga dos imigrantes, suas conquistas, talentos e engenhosidade.

Cama de Cipo

Cama de Cipó

Cama de Cipó

Cama de Cipó

Be the first to comment on "Cama de cipó, testemunhou a saga dos imigrantes que chegaram no Brasil"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.