Café desde a antiguidade unindo e reunindo as pessoas

5 (100%) 1 vote

Café (Coffea sp.) é originado da África, mas difundiu-se pelo planeta com os árabes; e tornou-se uma das bebidas mais consumidas no planeta.

Reza a lenda que um pastor árabe ao observar suas ovelhas, percebeu que elas ficavam mais ativas e saltitantes após ingerirem a planta. Ao experimentá-la sentiu-se mais energizado e começou a difundir o feito; que foi propagado ao longos dos tempos.

As tribos africanas utilizavam a planta; em forma de pasta, para alimentar os animais e guerreiros garantindo assim maior energia para eles.

No século XVI ele já era utilizado no oriente e foi torrado pela primeira vez na Pérsia, além de conquistar cada vez mais adeptos.

Origem do nome café

Na Arábia, a infusão da planta recebeu o nome de kahwah ou cahue (ou ainda qah’wa, do original em árabe قهوة).  Na língua turco otomana era conhecido como kahve, cujo significado original também era “vinho”. A classificação Coffea arabica foi lançada pelo naturalista Lineu.

Conheça o Cafeeiro

A planta pode atingir até 4 metros de altura, tem preferência por solos férteis e drenados; além de clima ameno, mas não suporta geadas. Produz flores brancas aromáticas e muito visitadas por abelhas. Produz frutos ovoides,  que ficam avermelhados quando amadurecem. Seu cultivo requer muito cuidado, pois o solo e a luz interferem no sabor final dos grãos.

Propriedades do café

Ele é rico em tanino, cafeína, ácido fólico, fósforo, sódio, manganês e magnésio. Possui propriedades antioxidante estimulante e anticancerígena.

Seu consumo regular, em pequenas doses, sem açúcar, ajuda na atividade cerebral, no fortalecimento do sistema imunológico e na prevenção do envelhecimento precoce; além de ajudar nos movimentos intestinais. O exagero poderá auxiliar no escurecimento dos dentes, na insônia e no aumento dos problemas estomacais.

Importância do café no Brasil

A lavoura cafeeira foi responsável pelo desenvolvimento do Brasil, de 1840 a 1889, sendo inicialmente responsabilidade dos escravos africanos traficados para o Brasil. Eles plantavam, colhiam, lavavam, secavam e ensacavam os grãos.

Posteriormente, os imigrantes começaram a fazer o serviço nas grandes fazendas de café, cuja cultura impulsionou a melhoria dos meios de transporte, abertura de rodovias, construção de estradas de ferros; além do surgimento de vilas que deram origem às grandes cidades.

O café tem o poder de unir pessoas, pois há sempre a desculpa de convidar um amigo ou conhecido para tomar um cafezinho, em qualquer lugar do planeta.

Nas roças brasileiras, ele era preparado forma artesanal, sendo colhido, secado em terreiros, socados em pilão, torrados em torradores e café, coado em mancebo e adoçado com a tradicional rapadura.

Grãos de café

Grãos de café

Cafeeiro

Cafeeiro

Pé de Café

Pé de Café

Be the first to comment on "Café desde a antiguidade unindo e reunindo as pessoas"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*