Araponga, pássaro de som estridente e colorido vibrante

Araponga, pássaro de som estridente, que possui aproximadamente 30 cm de comprimento, penas brancas na maior parte do corpo, é um dos pássaros mais característicos do Brasil.

Ele é encontrado desde Pernambuco até o Rio Grande o Sul. Seu nome é de origem tupi, uma alusão ao seu canto: “wi’ra = pássaro; põga = soante.

A ave encanta pela beleza de sua plumagem e pelo seu canto, um som “metálico” que lembra uma barra de ferro atritando em uma lima.  Até por isso, o pássaro é também conhecido como “ferreiro” ou “ferrador”.

A cantoria torna-se mais intensa à época do acasalamento. Os machos emitem o som com seu timbre característico para atrair a fêmea. Uma vez estabelecido o casal, a fêmea toma conta dos afazeres; pois é ela quem cuida de construir o ninho (lembra uma tigela rasa) e de criar o(s) filhote(s); isso mesmo, normalmente, a fêmea põe 1 ou 2 ovos somente. Em 23 dias nasce o filhote que permanece no ninho por cerca de um mês. O ninho é, na maioria das vezes, construído sempre no mesmo galho.

Dimorfismo sexual

Trata-se de um pássaro com dimorfismo sexual, isto é, o macho é diferente da fêmea. Quando adulto, o macho apresenta penas brancas e a cabeça de coloração negra. A fêmea, além de menor que o macho, possui penas com cor verde-oliva no dorso; penas de coloração cinza na cabeça e penas com tons de amarelo, cinza e preto na região ventral.

Alimentação

A ave tem uma abertura de bico bastante expressiva, e tem hábito alimentar essencialmente frugívoro (alimenta-se de frutos); desempenhando um importante papel na disseminação de sementes. Eventualmente, alimenta-se de insetos.

Risco de extinção

A beleza da ave aliada ao impressionante canto trouxe um problema ao animal: o comércio ilegal. A caça predatória é, sem dúvida, uma das principais causas da redução das populações dessa ave no Brasil. O outro fator que vem contribuindo para uma redução populacional das arapongas é a destruição de habitats; tanto para pecuária, como para a construção de áreas residenciais. A destruição de habitats é, inclusive, a principal causa da extinção de espécies na atualidade.

Música

A araponga também faz sucesso quando o assunto é música. Um clássico da música sertaneja, “O Canto da araponga” foi um dos grandes sucessos de Donizeti.

Em outro clássico, “Minas Gerais”, gravada por grandes nomes da música sertaneja, como Daniel, o pássaro aparece no trecho “… Nunca mais minha araponga    Escutei cantar nas mata…” .

Cidade

Na Zona da Mata mineira, junto à Serra do Brigadeiro, encontra-se a pequenina Araponga, com pouco mais de 8 mil habitantes. O nome da cidade… bem, acredito que você, leitor, já tenha ideia: isso mesmo, uma homenagem à ave, muito comum na região no século XVIII, quando a região era alvo de procura por ouro.

A cidade de Araponga encontra-se a 55 Km de Viçosa, na qual se encontra uma universidade federal de prestígio internacional: a Universidade Federal de Viçosa (UFV).

Araponga ( foto fonte //hotelmirim.com.br/dicas/arapongas-por-que-cidade-dos-passarinhos/)

Araponga ( foto fonte //hotelmirim.com.br/dicas/arapongas-por-que-cidade-dos-passarinhos/)

Araponga ( foto fonte //sociedadedosanimais.blogspot.com.br/2016/06/araponga-uma-ave-que-imita-um-martelo.html)

Araponga ( foto fonte //sociedadedosanimais.blogspot.com.br/2016/06/araponga-uma-ave-que-imita-um-martelo.html)

Be the first to comment on "Araponga, pássaro de som estridente e colorido vibrante"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.