Canistel versátil para a culinária e na medicina popular

Canistel (Pouteria campechiana) é uma sapotácea  originada da América Central, que vem aos poucos conquistando seu espaço entre os brasileiros. É conhecido em alguns lugares por fruta-ovo.

Ele chegou ao Brasil por volta de 1985, pela Embrapa em parceria com a Unesp, que após variados experimentos fez a planta adquirir valor comercial.

Conheça o Canistel

É uma planta de ciclo perene, de médio porte, que chega a atingir até 8 metros de altura; seu tronco pode alcançar até 90 centímetros de diâmetro. Prefere solo drenado e rico em nutrientes. Propaga-se por mudas ou estaquias. Prefere clima tropical para desenvolvimento e frutificação. Bem resiste à secas mais leves.

Suas folhas são verdes, com pecíolo curto e apresenta nervuras salientes. Suas flores são de cor creme, agrupadas de duas a cinco unidades.

O fruto levemente arredondado ou ovalado, possui poucos caroços, de cor amarela, atinge entre 7 a 12 centímetros de comprimento e 5 a 7 cm de diâmetro. Sua polpa é levemente pegajosa, mas doce, cremosa e seu interior remete a um ovo. Sua casca é lisa e ao amadurecer sua cor amarela fica mais intensificada.

Utilização do Canistel

O canistel apresenta alto teor de vitamina A, niacina e caroteno, sais minerais e aminoácidos. Ele pode ser utilizado em confeitarias e adicionado a batidas com leite, em picolés, sorvetes e in natura, com sal pimenta e raspas de limão. É empregado também na produção de doces, pudins, cremes, em batidas com iogurte, em saladas de frutas e onde mais a imaginação do cozinheiro alcançar.

Ele é também matéria-prima para a indústria de cosméticos, por conter propriedades antioxidantes, sendo utilizado como componente para a elaboração de máscaras faciais e cremes para rejuvenescimento da pele.

Na medicina popular, é utilizado no tratamento de problemas de tensão pré-menstrual e do intestino. Sua casca fina auxilia na cicatrização de cortes e o preparado com suas sementes atuam no controle da formação de úlceras.

Onde encontrar o Canistel?

Ele faz parte de quintais e pomares, mas pode ser encontrado em feiras livres,e mercados municipais e em sites que comercializam sementes e mudas de plantas.

As plantas medicinais não substituem o acompanhamento médico e em altas doses podem ser prejudiciais à saúde.

Canistel (foto fonte: //www.safarigarden.com.br/)

Canistel (foto fonte: //www.safarigarden.com.br/)

Canistel ( Foto: //www.tudosobreplantas.com.br/)

Canistel ( Foto: //www.tudosobreplantas.com.br/)

Be the first to comment on "Canistel versátil para a culinária e na medicina popular"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.