Negrinho do Pastoreio, tradicional lenda do Folclore Brasileiro

O Negrinho do Pastoreio é uma das lendas mais conhecidas do território brasileiro, principalmente na região Sul, onde é comum a atividade de pastorear. De origem escrava e cristã, em decorrência da grande miscigenação de povos da qual se resultou a nação brasileira, a lenda do Negrinho do Pastoreio tem grande importância histórica. Isso ocorre pelo fato de se tratar de uma das formas de manifestação contra o regime escravocrata que vigorou no Brasil durante séculos; além disso, tem grande importância por fazer parte das tradições folclóricas de nosso país.

Lenda do Negrinho do Pastoreio

Negrinho do Pastoreio (foto: https://www.estudokids.com.br/negrinho-pastoreio/)

Reza a lenda que, nos tempos da escravidão, em um dia de frio extremo no Rio Grande do Sul, um malvado senhor de escravos pediu a um menino para que pastoreasse seus cavalos. Ao voltar, o senhor percebeu que um de seus cavalos não estava entre os animais que o menino trazia de volta, e o chicoteou até sangrar. Como continuação do castigo, ordenou que o garoto fosse buscar o cavalo e que não voltasse até o encontrar. O menino conseguiu achar o animal, mas não conseguiu prendê-lo, pois este rapidamente fugiu.

Ao voltar para a fazenda, o negrinho foi amarrado nu e jogado em um formigueiro pelo seu senhor, para que morresse lá. Contudo, no dia seguinte, o fazendeiro, ao chegar ao local onde estaria sua vítima, deparou com o menino em pé, sem nenhum machucado, e ao seu lado, a Virgem Maria. O senhor, então, ajoelhou-se e clamou por perdão, mas o garoto nada disse. Como forma de agradecimento à Santa, beijou suas mãos, montou no cavalo e seguiu por entre os campos sulistas. A partir daí, diversos tropeiros alegam ter visto o negrinho do pastoreio montado em um cavalo baio conduzindo uma tropa de tordilhos.

Segundo as tradições, caso alguém perca alguma coisa, basta pedir ao negrinho para que o ajude e que acenda uma vela para sua madrinha, Nossa Senhora; que o salvou do formigueiro e o concedeu uma tropa para pastorear. Se mesmo assim o objeto não for achado, então nunca mais será encontrado.

Be the first to comment on "Negrinho do Pastoreio, tradicional lenda do Folclore Brasileiro"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.