Iguana: um dos répteis mais comuns e conhecidos do Brasil

Rate this post

Quando se pensa em répteis, a primeira imagem que nos ocorre normalmente são serpentes, como cascavel, urutu-cruzeiro, sucuris, dentre outros. Todavia, esse grande grupo de animais ectotérmicos abriga uma grande diversidade de espécies, como as cobras-de-duas-cabeças, e muitas espécies de lagartos, como o teiú e a iguana.

A iguana (Iguana iguana), também conhecida como iguano ou tijibu é uma das espécies de lagartos mais conhecidas do território brasileiro; seja por sua ampla distribuição, que vai desde o Caribe até o sul da América do Sul, passando pelos biomas de Pantanal, Cerrado, Mata Atlântica, Caatinga e floresta amazônica; ou ainda por sua imponência sustentada por uma coloração bela e por um tamanho bastante significativo.

Iguana (foto: Christian Mehlführer – https://pt.wikipedia.org/wiki/Iguana)

Características gerais da espécie

A iguana é um réptil da grande ordem zoológica Squamata, que compreende animais ectotérmicos (cuja temperatura corporal varia com a temperatura do ambiente), que possuem hemipênis e que apresentam um forte desenvolvimento da mandíbula. Com uma boa expectativa de vida, essa espécie pode chegar a viver cerca de 13 anos, quando a forma adulta alcança em média 170 centímetros de comprimento, e cerca de 9 kg.

Mas, além do tamanho e da expectativa de vida, a beleza desse animal também chama a atenção de muitos olhares curiosos, haja vista que quando mais jovens, apresentam coloração esverdeada; a qual vai adquirindo tons castanhos à medida que o animal vai envelhecendo. Além disso, trata-se de uma espécie bem forte, com membros muito bem desenvolvidos, e escama bem espessas que contribuem para a proteção de seu corpo. Outra característica marcante dos tijibus é a presença de uma grande crista da cabeça até a região da cauda, e o apêndice gular, que é popularmente chamado de papo.

Iguanas (foto: https://www.noticiasaominuto.com/mundo/1398479/meteorologistas-da-florida-alertam-para-queda-de-chuva-neve-e-iguanas)

Hábitos da Iguana

Com sua coloração esverdeada, as iguanas normalmente vivem sobre árvores, onde ficam bastante camufladas, à espreita de suas presas. Isso porque os indivíduos do grupamento Iguania são animais do tipo “senta e espera”, de modo que ficam esperando a oportunidade de suas presas aparecerem. Desse modo, essa espécie onívora, que se alimenta tanto de proteína vegetal, quanto animal depende de alta capacidade visual para conseguir caçar.

No que se refere à reprodução, as iguanas possuem um comportamento bem interessante, que consiste na realização de “afirmação-desafio”, que nada mais é do que machos balançando a cabeça para desafiar os oponentes no período reprodutivo. A partir daí, o macho que ganha a disputa e passa a ser o dominante é capaz de copular com várias fêmeas, garantindo a perpetuação de seus genes. Vale ressaltar também que trata-se de uma espécie ovípara, cujas fêmeas colocam cerca de 30 ovos por ano.

Iguana iguana (foto: Rostislav Stach / Shutterstock.com)

Be the first to comment on "Iguana: um dos répteis mais comuns e conhecidos do Brasil"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.