Origem da cerveja, o tradicional e querido pão líquido

A cerveja, bebida alcoólica mais querida entre os brasileiros, tem origem incerta, mas que provavelmente remonta há cerca de 10 mil anos.

Inicialmente criada por meio de um acidente, tornou-se uma fonte de alimentação em muitas sociedades antigas. Ao longo dos anos, ganhou tanta importância, que passou a ter uma lei para regulamentação, e até mesmo uma deusa. Confira um pouco mais da história da cerveja, tanto no mundo, quanto no Brasil.

Cerveja (foto: https://www.comboiguassu.com.br/blog-em-foz-do-iguacu/4-lugares-para-encontrar-cerveja-de-qualidade-em-foz-do-iguacu-e-regiao)

História da Cerveja

Embora não se saiba exatamente onde a cerveja começou a ser produzida, sabe-se que se desenvolveu, em sociedades sedentárias, como um alimento.

Registros históricos apontam que sua origem tenha sido na Mesopotâmia, com os Sumérios; estes, em 2100 a.C, já ficavam levemente alterados com o consumo de uma bebida fermentada, cuja base era de cereais.

Já em 1760 a.C, foi estabelecida a primeira lei da cerveja, por meio do Código de Hamurabi, que previa pena de morte a quem alterasse o processo de fabricação da bebida; além disso, também era previsto que houvesse, uma porção diária a ser consumida, pelos povos da Babilônia como fonte de alimento.

Com o passar dos anos, os egípcios deram maior visibilidade à cerveja. Isso porque acreditava-se que o deus Osíris tinha apresentado a bebida ao povo, fazendo com que ela fosse um alimento verdadeiramente dos deuses. Além disso, acreditava-se no poder medicinal dessa bebida, que era receitada como remédio para diversas enfermidades no Egito; e era comum enterrar os entes queridos com jarros de cerveja.

Vale ressaltar ainda que, assim como o pão, a fermentação que ocorria na cerveja era um processo considerado mágico, o que atribuía ainda maior misticidade a ela; isso também contribuiu para que ela fosse considerada um pão líquido.

Na Idade Média, o lúpulo foi adicionado à receita; e com a Revolução Industrial, essa bebida ganhou o caráter que conhecemos hoje. Esse ingrediente, adicionado pelos monges que viviam em mosteiros, servia para conferir maior durabilidade ao produto, e contribuiu para seu amargor. A partir daí, a receita europeia tornou-se a mais conhecida, tendo como base o malte de cevada, ou trigo, além de lúpulo, água e leveduras para a fermentação.

História da cerveja no Brasil

Cerveja e os Egípcios (foto: https://betaeq.com.br/index.php/2019/06/04/cerveja-i-como-tudo-comecou/)

O Brasil, como colônia portuguesa, era influenciado por Portugal não somente em questões econômicas e políticas, mas também, culturais. Desse modo, como era um país cuja produção de vinho era intensa, principalmente o Vinho do Porto, não era interessante incentivar o consumo de outra bebida que não fosse o vinho no país. Sendo assim, o consumo só se intensificou com o firmamento de tratados com a Inglaterra, e a partir daí toda a cerveja consumida era inglesa; posteriormente, com a abertura dos portos às nações amigas, o consumo aumentou levemente.

Contudo, vale ressaltar que a produção brasileira da cerveja começou somente ao final da Monarquia, e era bem diferente da tradicional receita europeia. Isso porque era inicialmente produzida com produtos tropicais, como o limão, o gengibre e a farinha de milho. Posteriormente, passou a ser utilizado o açúcar mascavo, mas ainda assim, não se comparava à europeia.

Com a evolução das técnicas de produção brasileira, surgiu então a cerveja de barbante, assim conhecida pelo alto grau de fermentação que possuía; desse modo, como havia grande liberação de gás carbônico, a tampa da garrafa era amarrada com barbante para que não explodisse.

A partir do século XIX, diversas das empresas existentes até hoje foram fundadas e a cerveja ganhou proporção nacional. Atualmente, um dos setores dessa indústria que mais atrai o paladar brasileiro é o de cervejas artesanais, muitas produzidas segundo a Lei da Pureza Alemã; e que adicionam diversos ingredientes que conferem originalidade ao sabor do querido pão líquido.

Be the first to comment on "Origem da cerveja, o tradicional e querido pão líquido"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.