Renda de Bilros tradição de origem incerta que origina belas criações artesanais

4.2 (84%) 35 vote[s]

Renda de Bilros, costume artesanal de origem incerta, mas que chegou ao Brasil com os portugueses; sendo uma tarefa das moças de fino trato das grandes e pequenas fazendas na época colonial brasileira.

Durante o século XVI até meados do século XX; as meninas eram educadas para as tarefas domésticas tais como lavar, passar, cozinhar, bordar, costurar e fazer rendas de bilros.

A renda de bilros provavelmente surgiu na Europa e foi se espalhando por várias regiões do planeta; pela mistura de povos e sua cultura.

Renda de Bilros

A renda de bilros é confeccionada sobre uma almofada, cujo enchimento é feito por vários materiais tais como crina, serragem, capim ou algodão. Ela é coberta, geralmente; de tecidos cujas cores são mais neutras para não confundir a visão da artesã.

A almofada deve ser presa num suporte de madeira, mas há rendeiras que preferem apoiá-la numa cadeira ou banquinho. A almofada é a base para execução do trabalho artesanal, que segue orientação de um molde ou gabarito, no qual está o desenho, que será seguido com o trançar dos bilros. As linhas são presas por alfinetes para a artesã realizar o trançado para formar a renda, de diversos tamanhos, seja colorida, branca ou de algodão.

Os bilros são objetos de madeira que possuem uma pequena cabeça em uma das extremidades; na qual enrola-se a linha para execução do trançado. Eles são utilizados geralmente em pares; e há diversos pontos que são empregados nesse trabalho minucioso, que exige atenção e capricho na execução.

Os pontos empregados na execução da renda de bilros são abacaxi, folha em renda, cocadinha, não-me-deixe, mata-fome, coração, palma, ziguezague, trocado, trança, quadro, margarida, trocadinho, matachim, aranha, meus olhos e escadinha de Cupido. Eles variam de acordo com a região na qual o artesanato é produzido; e são responsáveis pelos desenhos das belas rendas.

Das rendas de bilro são confeccionados, vestidos, blusas, passarelas, toalhas de mesas, toalhas de banhos, porta-copos e uma infinidade de peças, que variam com a criação de cada artesã.

Onde encontrar a renda de Bilros?

A tradição de fazer renda de bilros é passada de mãe para filha e atualmente se concentra em regiões que dependem do artesanato como geração de renda.

É comumente encontrada em cidades praianas e vilarejos que atraem seus turistas com suas belas criações artesanais tais como Sambaqui, em Florianópolis; e em Raposa próxima da capital ludovicence São Luís.

Antigamente era costume as moças serem prendadas e terem a obrigação de realizar diversas tarefas domésticas ou de artesanato para poderem arrumar um bom marido, mas esse costume ficou para trás.

Artesã fazendo Renda de Bilros

Artesã fazendo Renda de Bilros

Artesã fazendo Renda de Bilros

Renda de Bilros

Be the first to comment on "Renda de Bilros tradição de origem incerta que origina belas criações artesanais"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.