Pica-pau, belo pássaro que intriga por seu hábito de bater o bico nas árvores

Pica-pau, um belo pássaro, com mais de 200 espécies descritas; cujo nome é porque ele tem o hábito de ficar batendo o bico nos troncos das árvores à procura de alimento.  Os pica-paus pertencem à ordem dos Piciformes; na qual também se encontram os araçaris e os tucanos.

Conheça mais o Pica-pau

Ave de rara beleza, principalmente os machos, que têm uma coloração mais vistosa. A ave é encontrada em praticamente todo o mundo, com exceção dos polos, ilhas oceânicas e da Oceania.
Há espécies muito pequenas, com pouco mais de 7 g; até espécies  com dimensões muito expressivas, podendo atingir cerca de 500 gramas.

O que o Pica-Pau come

O pássaro tem um hábito alimentar bastante restrito a larvas que se encontram em troncos de madeira. Com seu bico forte, fazem buracos na madeira e, com auxílio da língua longa e pegajosa ( o tamanho da língua chega a ser maior que o do bico e ainda possui a ponta mais dura),  removem as larvas que por lá se encontram.  A maioria também se alimenta de insetos adultos. Para escalar o tronco das árvores, os pica-paus contam com unhas fortes e curvas, que grudam na madeira. Além disso, as penas da cauda possuem as pontas mais duras, o que funciona como um terceiro ponto de apoio.

A maioria das espécies possui dois dedos para frente e dois dedos para trás nos pés, característica bastante interessante para aves que passam a maior parte do tempo nos galhos das árvores.
Algumas espécies, como o pica-pau-branco, alimentam-se de mel, sementes e frutos, além das larvas e de insetos como formigas e cupins.

Como se percebe, acabam desempenhando importante papel ecológico, controlando a população de diversos insetos. Algumas espécies frugívoras acabam contribuindo para a dispersão de sementes.

Curiosidade

Um estudo publicado na revista científica Plos One, especialistas dizem que diferenças nos comprimentos das partes superior e inferior do bico do animal e estruturas ósseas esponjosas evitam que o cérebro do animal sofra danos enquanto martela o tronco das árvores.

Reprodução do Pica-pau

Os casais constroem ninhos em troncos secos. Com uso de seu bico, perfuram o tronco da árvore, fazendo sua morada. Curiosamente, algumas espécies procuram construir o ninho em troncos inclinados em direção ao solo, de modo a conseguir uma maior proteção contra chuvas.

A abertura do buraco é apenas o suficiente para a entrada do bicho, o que reduz a invasão por outras espécies. Dentro do buraco, o espaço é suficiente para abrigar o casal e os filhotes. Estes acompanham os pais por um bom período de tempo, até “aprenderem” como retirar o alimento dos troncos de madeira.

Muitas outras espécies de animais, como periquitos e até pequenos mamíferos, costumam utilizar os buracos deixados pelos pica-paus após a reprodução.

Pica-pau

Pica-pau (Foto: Evandro Marques)

Pica-pau

Pica-pau (Foto: Evandro Marques)

Pica-pau (Foto: Evandro Marques)

Be the first to comment on "Pica-pau, belo pássaro que intriga por seu hábito de bater o bico nas árvores"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.