Onça-parda, um dos maiores felinos existentes no Brasil

Rate this post

A onça-parda (Puma concolor) é considerada o segundo maior felino vivente no território brasileiro, ficando atrás somente da belíssima onça-pintada. Também conhecida como puma ou suçuarana, esse felino habita comumente todo o continente americano; sendo encontrado tanto em ambientes gelados, como o Canadá; mas também em diversos biomas brasileiros, tais como o cerrado, a mata atlântica e até mesmo a caatinga.

Onça-parda (foto: https://pixabay.com)

Descriçã0

A puma é um felino que possui uma coloração acinzentada, com tons de marrom e bege; podendo chegar a ter cor de ferrugem também; o que explica o nome de onça-vermelha. Todavia, essa cor varia com a idade, uma vez que os filhotes apresentam coloração mais clara, com manchas escuras no pelo.

Além disso, esse mamífero, que tem uma vida média de 12 anos de idade, tem um tamanho que chama a atenção; podendo chegar a mais de 2,5 metros; e um peso que pode alcançar os 70 kg.

Embora seja chamada de onça, ela não está incluída no gênero zoológico Panthera, no qual está inserida a onça-pintada. Desse modo, ao contrário de outros grandes felinos, tais como leões e tigres, a onça-parda não consegue vocalizar o esturro; frequentemente conhecido como urro da onça-pintada. Isso porque, os animais do gênero Panthera não possuem completa ossificação do osso hióide, localizado na região da garganta, o que promove o som característico. Com isso, a puma, por não estar tão aparentada a estes outros animais, não urra; mas emite um som bastante semelhante a um miado.

Onça-vermelha (foto: http://www.ecofuturo.org.br)

Como vive a onça-parda?

A suçuarana normalmente vive sozinha; sendo um animal crepuscular, ou até mesmo noturno. Por ser da ordem Carnivora, a puma se alimenta de uma grande variedade de animais, desde invertebrados, até animais de maior porte; tais como os veados. Além disso, embora tenha um tamanho bem grande, sua agilidade é algo que desperta a atenção de biólogos e de demais curiosos. Isso porque, por possuir patas posteriores relativamente grandes, consegue saltar grandes distâncias, além de escalar árvores com muita agilidade; uma vez que é um animal arborícola.

Na época da reprodução, este animal pode ser encontrado aos pares; sendo o macho normalmente maior que a fêmea. Após uma gestação que dura em média 90 dias, a onça-parda dá origem a uma média de 4 filhotes, que se apresentam com manchas escuras no pelo. Estes permanecem com a mãe durante um tempo após o nascimento; tempo a partir do qual passarão a viver sozinhos.

Suçuarana (foto: https://www.clickpb.com.br/)

Curiosidades e Conservação

Uma curiosidade bem interessante sobre a onça-parda consiste no fato que seu tamanho tende a diminuir com a aproximação da Linha do Equador. Isso mesmo; quanto mais perto das regiões polares, maior o tamanho do animal. Além disso, é comum que, na região da caatinga, essa espécie seja mais avermelhada; e que seu pelo seja mais claro em áreas abertas.

No que se refere à conservação, esse animal está em estado de vulnerabilidade. Isso porque, além da caça, prática que é ilegal; seu habitat vem sendo destruído por ações antrópicas, de modo que ela vem sendo encontrada em áreas urbanas; onde está exposta a constantes ameaças.

Be the first to comment on "Onça-parda, um dos maiores felinos existentes no Brasil"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.