Réstia de cebola, tradição das roças brasileiras que anda esquecida

Réstia de cebola, tradição presente nas roças brasileiras; como forma de armazenamento da planta tão comum na culinária de vários povos. A planta chegou ao Brasil com os primeiros colonizadores; além de conquistar seu espaço entre os brasileiros, que a utilizam em quase todas as preparações culinárias; seja doces ou salgadas.

Origem da Cebola

A cebola, popularmente acrescida nas receitas culinárias, é de origem asiática e sua produção no Brasil; teve início na região sul. Atualmente, ela é encontrada desde a região nordeste até aos estados da região sul.

Hábito de fazer réstia de cebola

O hábito de fazer réstia de cebolas ainda é comum em algumas regiões brasileiras, mas até o final do século XX, quase todas as casas de roça tinham uma réstia pendurada; além das famílias se reunirem para entrelaçar o condimento, como forma de armazenamento e duração do alimento.

Era muito comum nas roças brasileiras, as famílias consumirem apenas o que era plantado em suas terras, portanto, havia diversas formas de guardar as colheitas até a próxima safra.

O restiar, que dizer trançar as cebolas aproveitando suas folhas para fazer o trançado. O procedimento geralmente inicia-se com três cebolas; que darão a sustentação do trabalho e há o acréscimo do fruto, de um a um, até chegar ao tamanho de aproximadamente 60 cm ou mais.

Geralmente, era comum várias pessoas se reunirem para execução do trabalho; e não faltavam competições para as réstias maiores, mais bonitas e bem executadas.

O trabalho de restiar era o mais comum para armazenagem, feito em grupo de quatro; além de serem dependuradas em travessas de madeira ou bambu roliço, distanciadas em 1 m; até a cobertura do galpão, ficando cada série a distância de um metro da seguinte.

Atualmente as cebolas são comercializadas em sacos, mas existem famílias que ainda mantêm a tradição ao se reunirem, ao final da tarde, para o trança-trança de cebolas, que pode ser regado a um bom café acompanhado de bolinhos de polvilho de mandioca.

Outra aplicação da réstia de cebolas é para ornamentação de espaço culinários ou locais que têm o turismo rural como atração turística.

Réstia de Cebola ( foto fonte http://celia-alice.blogspot.com.br/2012/08/receita-sopa-creme-de-cebola.html)

Réstia de Cebola ( foto fonte http://celia-alice.blogspot.com.br/2012/08/receita-sopa-creme-de-cebola.html)

Réstia de Cebola

Réstia de Cebola

Réstia de Cebola

Réstia de Cebola

Be the first to comment on "Réstia de cebola, tradição das roças brasileiras que anda esquecida"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*