Capitiú é amplamente utilizada na medicina popular

5 (100%) 1 vote

Capitiú (Siparuna guianensis Aubl) é nativa da América, muito comum na Mata Atlântica e no cerrado; sendo conhecida por diversos nomes tais como negramina, folha-santa, marinheiro, capitiú, mata-cachorro, catingoso, limão-bravo, cicatrizante-das-guianas, erva-santa, amescla-de-cheiro, jaqueira, catingueira-de-paca; além de fedegoso.

Ela é conhecida ainda como árvore-da-febre e poção do amor, sendo muito popular entre os amazonenses, na medicina popular, para alívio de diversos males.

Cultivo

Capitiú (foto https://www.flickr.com)

Capitiú (foto https://www.flickr.com)

A planta pode atingir até 9 metros de altura, cujo caule possui casca cinza e lisa, com ramos jovens cilíndricos, achatados nos nós, com pelos estrelados.

Prefere clima tropical, solos ricos em nutrientes e rega constante sem encharcamento. Propaga-se pelas sementes, por animais silvestres, ou mudas.

As folhas são simples, opostas, com margens lisas e quando esfregadas exalam cheiro de peixe. Suas flores são amarelo-esverdeadas, em forma de cacho, são polinizadas por insetos. Os frutos possuem polpa adocicada, com casca peluda.

Propriedades Terapêuticas

A planta é rica em propriedades terapêuticas tais como febrífuga, digestiva, expectorante, anti-inflamatória, carminativa, estimulante, afrodisíaca e antirreumática.

Serve para quê?

Toda a planta é utilizada na medicina popular, sendo empregada para todos os tipos de febre, problemas digestivos, contra dores em geral (especialmente dor de cabeça), tosses, constipações, gripe e bronquite.

Em forma de emplastro, é usado para aliviar dores de cabeça, na coluna e para a artrite. A infusão com as folhas, é utilizada para males da digestão, gases intestinais, reumatismo e sinusites. O banho com a planta, segundo a crença popular, ajudar a afugentar mau olhado e males do resfriado. Seus frutos são comumente ingeridos para os males da digestão, pelos indígenas da região amazônica.

Capitiú (foto http://herbario.up.ac.pa)

Capitiú (foto http://herbario.up.ac.pa)

Outras aplicações da planta

Em algumas comunidades rurais o caule é empregado como combustível para fogões a lenha e fornos. As folhas aplicadas em armadilhas para peixes devido ao odor, que disfarça o cheiro humano. Os extratos da planta são usados para matar insetos daninhos ou como inseticidas.

As plantas medicinais não substituem o acompanhamento médico e em altas doses podem ser prejudiciais à saúde.

Be the first to comment on "Capitiú é amplamente utilizada na medicina popular"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.