Grade a bois, muito útil no passado das roças brasileiras

Grade a bois, muito útil no passado, pois muito provavelmente; quem tem menos de 40 anos e nunca passou um tempo em alguma cidadezinha do interior, não conhece uma grade a bois.

Pode-se dizer que essa máquina foi a antecessora dos tratores; com a missão de triturar os grandes blocos de terra revolvidos pela ação do arado, deixando a terra em condições de plantio. Em solos mais macios, a grade poderia ser usada diretamente sobre o solo intacto, sem a necessidade de se passar um arado primeiro.

Conheça a Grade de Bois

Cada grade é constituída por uma série de discos (8, 10 ou 12 discos distribuídos em dois conjuntos)  que; efetivamente, cortam a terra, quebrando os terrões.  Evidentemente, quanto mais discos na grade, maior a força necessária para puxá-la e, consequentemente, o número de juntas de bois (1 junta de bois = dois bois pareados) deve ser maior. Para grades com 8 discos, normalmente, é usada apenas 1 junta de bois. Já para a grade com 12 discos são necessárias 2 ou 3 juntas, dependendo do porte físico dos animais.

Com auxílio de duas alavancas, uma para cada conjunto de discos; o operador pode abrir ou fechar a grade e, dessa forma, controlar a profundidade do corte. Quando engrenada, isto é, quando as alavancas são puxadas, os discos ficam mais tombados  e, com isso, consegue-se uma maior profundidade dos cortes. Aqui tem um porém: quando a grade é engrenada, os discos mais centrais levantam-se e, logicamente, fazem cortes mais superficiais. Para mitigar o problema há, entre os dois conjuntos de discos; um dispositivo que, quando puxado, abaixa os discos centrais.

Operador da Grade a bois

Em algumas grades há um local para o operador se sentar (isso quando o terreno não é muito irregular). Em outras, essa parte não existe e o operador deve acompanhar o processo caminhando junto à grade. À frente dos bois, encontra-se o candeeiro; pessoa que vai à frente dos bois (também nos carros de bois) de modo a direcionar os animais.

É óbvio que o avanço da tecnologia e a exigência de maior produtividade de modo a reduzir os custos; acabaria por transformar esse aparelho em um uma verdadeira peça de museu. Hoje, muito raramente; consegue-se ver uma grade em ação. Os tratores, muito mais ágeis, facilitaram o trabalho, reduziram a mão de obra e tomaram o lugar da grade de bois.

Além do mais, atualmente, o solo está cada vez mais seco, o que facilita a locomoção dos tratores e dificulta o corte da terra pela velha grade a bois, muito usada até final da segunda metade do século XX.

Grade a bois

Grade a bois

Grade a bois (foto fonte//www.alagoasnanet.com.br/v3/com-a-chegada-das-chuvas-agricultor-ja-presencia-mudanca-no-cenario-do-sertao/)

Grade a bois (foto fonte//www.alagoasnanet.com.br/v3/com-a-chegada-das-chuvas-agricultor-ja-presencia-mudanca-no-cenario-do-sertao/)

1 Comment on "Grade a bois, muito útil no passado das roças brasileiras"

  1. Olá, amigo, bom dia!
    Por gentileza, gostaria de saber se tem à venda uma grade a bois (como essa da foto do site)e qual o valor? Se também tem o arado a bois e qual valor?
    Desde, obrigado e boa semana.
    Geraldo
    (64) 98160-3997 (WhatsApp)

Leave a comment

Your email address will not be published.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.