Festa Junina desde a antiguidade alegrando os povos

3 (60%) 4 votes

Festa Junina, que remete ao período pré pré-gregoriano, era uma festa pagã em comemoração à grande fertilidade da terra, às boas colheitas, na época em que denominaram o período como solstício de verão.

As fogueiras presentes na festa junina anunciavam a chegada do verão europeu e reuniam as pessoas para celebrar a fartura e a chegada da estação.

A Festa Junina foi incorporada ao calendário da igreja católica, por volta do século VI; que associou a comemoração ao aniversário de São João e Santo Antônio.

As populares festas juninas sofreram influência de vários povos tais como franceses, portugueses, chineses, espanhóis, africanos e brasileiros.

Como a Festa Junina chegou ao Brasil?

Por volta do século XIII, os portugueses iniciaram as comemorações referentes a São Pedro e Santo Antônio; e a partir de 1583, as festas juninas foram introduzidas nas primeiras cidades brasileiras.

Com a chegada da família real ao Brasil em 1808, tais festas ficaram restritas aos salões da aristocracia; que utilizavam a quadrilha, ritmo originado da França para embalar suas comemorações.

Os Jesuítas usavam as fogueiras das festas juninas para aproximação dos índios e dessa forma conseguir sua catequização. A fogueira foi também uma forma de comunicar o nascimento de São João Batista à Maria.

Evolução da Festa Junina

Com o tempo e a decadência do Império; as festas juninas ganharam o gosto popular, entranhou pelas ruas e vielas brasileiras e foi se transformando em uma festa popular para homenagear os santos.

Ela chegou à zona rural dos rincões brasileiros e por muitos anos, era comemorada apenas nas roças brasileiras; ficando conhecida como Festa de Caipira.

Em meados do século XX foi incorporada no calendário das escolas brasileiras e foi reconquistando sua importância junto aos brasileiros.

Na região nordeste há festas juninas que acontecem de maio a início de julho; arrastam curiosos e apaixonados, que dançam até raiar o dia e se esbaldam nos quitutes da tradicional festa.

As cidades de Caruaru e Campina Grande, no estado de Pernambuco; são famosas pelas enormes festas juninas que arrastam os milhares de apaixonados pela festa popular; mas ela tornou-se um grande arraial, que sofreu diversas modificações, mas ainda preservam algumas tradições como a quadrilha.

Elementos da Festa Junina

A Festa Junina é composta de quadrilhas, casamentos de jeca, fogueiras, pau de sebo, pescaria, quentão, pipoca; e barracas que vendem doces, canjicas, churrascos e quitutes típicos das roças brasileiras.

As festas juninas homenageiam três santos católicos que são Santo Antônio, 13 de junho; São João Batista, 24 de junho e São Pedro, dia 29 de junho.

Festa Junina (Foto: http://www.nossagente.net/2015/05/a-tradicao-da-festa-junina-comemorada-em-orlando/25896)

Festa Junina (Foto: http://www.nossagente.net/2015/05/a-tradicao-da-festa-junina-comemorada-em-orlando/25896)

Fogueira Festa Junina

Festa Junina

Quadrilha Festa Junina

Quadrilha Festa Junina

 

Be the first to comment on "Festa Junina desde a antiguidade alegrando os povos"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.