Rosa-do-deserto, uma das plantas mais famosas e cobiçadas do Brasil

Rate this post

Uma das plantas mais conhecidas e queridinhas dos brasileiros é a rosa-do-deserto (Adenium obesum), planta cuja origem remete às áreas desérticas da África e da Ásia. Conhecida também pelo seu nome científico, sendo chamada de adenium, ela vem conquistando espaço nas casas brasileiras tanto por sua beleza, quanto por sua versatilidade; visto que, além de poder ser cultivada em jardins, atingindo grandes alturas, ela também pode se desenvolver em pequenos vasos, enfeitando ambientes internos.

Rosa-do-deserto (foto: https://casavogue.globo.com/Arquitetura/Paisagismo/noticia/2019/09/rosa-do-deserto-conheca-planta-que-esta-se-tornando-nova-orquidea.html)

Características gerais da espécie

Assim como as demais plantas com flores, tais como a lavanda, a gérbera, a flor-de-são-miguel e o pingo-de-ouro, a rosa-do-deserto é classificada como uma angiosperma; que significa, ao pé da letra, plantas capazes de originar flores e frutos. Mas, ao entrarmos mais a fundo na classificação botânica, sabe-se que ela é uma planta da família Apocynaceae, e que seu nome “obesum” remete a uma das principais características dessa espécie: ser uma espécie mais gordinha.

Isso se deve ao fato de que, por ser encontrada predominantemente em regiões desérticas, há uma grande necessidade de haver reserva de água nas estruturas desse vegetal; de modo que suas raízes e caules apresentam grande quantidade de parênquima aquífero para armazenamento de água, o que a torna bem fácil de ser reconhecida.

Embora a variedade de alturas que ela pode atingir seja algo bastante curioso, uma vez que varia desde alguns centímetros até 4 metros; o que realmente chama a atenção nessa espécie são suas flores, que além de serem tubulosas e com 5 pétalas, podem atingir cerca de 100 tons diferentes. Além disso, vale ressaltar que não somente as flores despertam curiosidade, mas também suas raízes, que vem passando por diversos processos para atingirem formatos extremamente peculiares.

Rosa-do-deserto (foto: https://casa.abril.com.br/jardins-e-hortas/como-cultivar-rosa-do-deserto/)

Como cuidar de uma rosa-do-deserto?

Antes de iniciar seu cultivo, o ideal é que o local escolhido para o plantio da rosa-do-deserto seja um local em que há boa disponibilidade de luz solar, visto que é uma espécie adaptada a climas muito quentes. Desse modo, a espécie necessita de cerca de 4 horas de sol no mínimo por dia. Além disso, seu solo deve ser fértil e bem drenado, de modo que as regas, que devem ser frequentes, não permitam o encharcamento do substrato, e prejudiquem o desenvolvimento da planta.

Vale ressaltar também que, para garantir o crescimento da planta de uma maneira ideal, uma boa opção é plantar a muda ao invés da semente, visto que sua germinação pode não ocorrer. Mas, caso haja o plantio da semente, lembre-se de colocar um pouco do substrato sobre ela, e de manter o local úmido sob o sol.

Uma curiosidade a ser comentada é que a floração da rosa-do-deserto, embora ocorra normalmente no período da primavera, pode ocorrer também no outono ou no verão, a depender da temperatura e de diversos fatores. Contudo, é importante se proteger ao manusear as flores, visto que estas liberam substâncias que podem ser tóxicas aos seres humanos.

Rosa-do-deserto (foto: https://cantinho.live/2020/03/05/conheca-9-especies-de-plantas-resistentes-ao-sol/)

Be the first to comment on "Rosa-do-deserto, uma das plantas mais famosas e cobiçadas do Brasil"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.