Jararaca-pintada, serpente de grande distribuição na América do Sul

Rate this post

A jararaca-pintada (Bothrops neuwiedi), também conhecida como jararaca-cruzeira e jararaca-do-rabo-branco, é uma serpente da família Viperidae; na qual se encontram algumas famosas serpentes peçonhentas, como a cascavel e a urutu-cruzeiro. Endêmica da América do Sul, essa espécie pode ser encontrada desde a região Sul até o Nordeste brasileiro, além de ocorrer no noroeste da Argentina.

Jararaca-pintada (foto: http://michelpassosherpetolife.blogspot.com/2016/11/bothrops-neuwiedi-wagler-1824.html)

Descrição da espécie

A jararaca-cruzeira é uma espécie de réptil da ordem Squamata, onde estão inseridos lagartos e serpentes. Por ser uma serpente, possui algumas características básicas compartilhadas com espécies de outras famílias; como a ausência de membros no corpo, o qual é recoberto por escamas; presença de língua bífida e de mandíbulas livres, que aumentam sua capacidade de abertura bucal para a ingestão da presa; além da ausência de pálpebras móveis nos olhos.

Além disso, por ser uma Viperidae, tem, como principais características a presença da fosseta loreal em sua cabeça triangular, que consiste em um órgão capaz de visualizar a imagem térmica das presas, uma vez que a visão destes animais é limitada a objetos em movimento; e de uma dentição do tipo solenóglifa, em que há uma grande presa na porção anterior da boca para a inoculação de veneno, chamada de glifo, o que a caracteriza como uma serpente peçonhenta.

Seu tamanho é relativamente pequeno quando comparado ao de algumas espécies de Boidae, como a sucuri-verde; e chega a pouco mais de 1 metro de comprimento. Sua coloração é escura, com manchas escurecidas e bordas mais claras; de modo que a porção mais anterior do corpo apresenta alguns tons de amarelo em contraste com os tons escuros. Vale ressaltar também que os indivíduos mais jovens possuem a cauda branca, o que explica um de seus nomes populares: ‘jararaca-do-rabo-branco’.

Jararaca-do-rabo-branco (foto: https://pt.wikipedia.org/wiki/Jararaca-cruzeira)

Hábitos da Jararaca-pintada

A jararaca-cruzeira é uma serpente de hábito noturno, que pode ser encontrada principalmente em áreas mais abertas e secas. Desse modo, são bem adaptadas aos biomas e cerrado, campos, e caatinga. Assim como as demais espécies de Viperídeos, é carnívora, e se alimenta predominantemente de anfíbios, alguns lagartos e algumas espécies de mamíferos.

Quanto à sua reprodução, a jararaca-pintada é vivípara, ou seja: os filhotes se desenvolvem dentro do corpo da fêmea, que, após uma gestação, pode originar cerca de 15 filhotes.

Veneno e Importância da Jararaca-cruzeira

Vale ressaltar também que, por ser uma serpente peçonhenta, acidentes podem ocorrer envolvendo indivíduos dessa espécie. Isso porque o veneno da jararaca-pintada, após ser inoculado, origina hemorragias e hematomas, além de haver a possibilidade de ocorrer necrose do tecido afetado. Desse modo, é importante que, em caso de picada por essa serpente, seja procurado atendimento médico para tratamento com soro antibotrópico, evitando maiores complicações.

Todavia, é importante lembrar que, assim como as demais espécies animais e vegetais viventes, esta serpente possui grande importância ecológica; garantindo o equilíbrio populacional de diversas espécies, e a manutenção de diversas teias alimentares.

Jararaca-cruzeira (foto: Miguelrangeljr – Wikimedia Commons)

Be the first to comment on "Jararaca-pintada, serpente de grande distribuição na América do Sul"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.