Bardana e seus diversos benefícios para a sáude e alimentação

Bardana (Arctium lappa L) é uma herbácea de origem européia; conhecida popularmente por gobô, orelha grande e erva dos tinhosos. Ela é usada como alimento e na medicina popular para alívio de vários males.

Ela é muito popular na Europa, mas foram os imigrantes japoneses que a trouxeram para o Brasil; e difundiram suas variadas aplicações na alimentação e na medicina popular.

Conheça a Bardana

É uma planta de pequeno porte, de ciclo bienal, que atinge entre 50 cm a 2 metros de altura, pouco exigente em relação à temperatura, mas se adapta melhor em regiões mais frias. Prefere solos ricos em nutrientes e rega constante sem encharcamento. Produz pequenas flores na cor violeta. Propaga-se por suas sementes.

Propriedades Terapêuticas da Bardana

Ela possui diversas propriedades terapêuticas tais como depurativa, cicatrizante, digestiva, diaforética, antibiótica, diurética, antisséptica, antibacteriana, anti-inflamatória, antifúngica. Ela é rica em fibras, vitamina B, C, D, potássio, fósforo, manganês, cobre, ferro e antioxidantes.

Utilização da Bardana

Ela é utilizada na culinária, seja em forma de salada preparada com suas folhas, mas é mais comum a ingestão de suas raízes, que podem ser ingeridas in natura ou cozidas em diversas receitas.

Na medicina popular, suas folhas, flores e raízes são utilizadas em forma de chá para aliviar problemas de pele, coceiras, digestão, cicatrização de feridas, úlcera, como desintoxicante, na aceleração do metabolismo, na saúde dos rins, no controle da diabetes, da pressão arterial e para alívio de dores reumáticas.

Na forma de banho de assento, auxilia no alívio da candidíase; e como cataplasma para picadas de inseto, caspas e queda de cabelo.

Suas folhas esmagadas são aplicadas na pele para alívio de espinhas, coceiras, micoses. O óleo extraído da planta é utilizado como estimulante capilar.

Onde encontrar a Bardana?

Ela é encontrada em mercados municipais, feiras livres, em casas que vendem produtos naturais, em sites que comercializam mudas e plantas; além de fazer parte de pequenas hortas domésticas e lavouras para fins comerciais.

As plantas medicinais não substituem o acompanhamento médico e em altas doses podem ser prejudiciais à saúde.

Bardana (Foto: http://www.lilori.com.br/liloripedia/bardana-uma-surpresa-da-natureza)

Bardana (Foto: http://www.lilori.com.br/liloripedia/bardana-uma-surpresa-da-natureza)

Bardana (foto fonte ttps://cangucuemcores.blogspot.com.br/2011/05/bardana-arctium-bardana.html)

Título Bardana (Foto: https://biosom.com.br/blog/saude/abscesso/) Legenda

Título
Bardana (Foto: https://biosom.com.br/blog/saude/abscesso/)
Legenda

Be the first to comment on "Bardana e seus diversos benefícios para a sáude e alimentação"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.