Propriedades medicinas e utilização da Quina do Mato

Quina do Mato (Bathysa cuspidata) é nativa da América do Sul, conhecida pelos indígenas, desde os tempos mais remotos e conhecida também como Quina-quina.

A planta é reunida em várias espécies e pertence à família Rubiaceae, que é a mesma do café; além de usada na medicina popular para alívio da malária.

Ela é comercializada, em várias regiões do planeta, sendo empregada para a fabricação de medicamentos, principalmente para a malária.

Quina do Mato

Quina do Mato (foto http://www.ufjf.br/floraserranegra/)

Descrição

A planta é uma árvore de médio porte, que pode atingir de 5 a 8 metros de altura. Possui folhas simples, lisas, com nervuras marcadas, grandes, entre 25 até 50 cm.

Ela apresenta algumas variações, com folhas mais largas e menos nervuradas. Produz cacho de flores pequenas de cor branca. O fruto é em formato de cápsula bem pequena e com sementes minúsculas. Propaga-se por mudas e sementes.

Propriedades medicinais

Ela é rica em propriedades medicinais tais como tônica, antisséptica, adstringente, antipirética, digestiva, antibiótica, cicatrizante, antiviral, anestésica, antirreumática e antioxidante.

Serve para quê?

Ela é usada na medicina popular, sendo conhecida dos moradores mais antigos da Serra do Brigadeiro, na Zona da Mata de Minas Gerais, usada  para tratar problemas digestivos e cicatrizar feridas difíceis. A UFV, Universidade Federal do Viçosa, desenvolveu uma pesquisa na qual foi comprovada tais possibilidades; além de concluir que ela também pode ajudar na cura de problemas no fígado, no pulmão, na pele e até  tratar câncer no intestino.

A árvore apresenta casca amargosa, que possui compostos orgânicos com finalidades fitoterápicas, sendo muito empregada pela população local no tratamento de sinusite e inflamações em geral.

Quina do Mato

Quina do Mato (foto http://www.ufjf.br/floraserranegra/herbario-virtual/angiospermas/rubiaceae/bathysa-cuspidata-a-st-hil-hook-f-ex-k-schum/)

Ela é usada pela indústria farmacêutica para produção de alcaloides, principalmente a cloroquina, que apresenta grande percentual de cura para a malária e atualmente é indicada, com outros medicamentos para a pandemia Convid-19, mas ainda sem comprovação científica.

Na medicina popular ela é usada em forma de chá, empregada internamente para inflamações, reumatismos; ou ainda externamente para para evitar a queda de cabelos.

Ela é usada ainda como planta ornamental pois suas folhas e flores possuem grande beleza e enfeita variados espaços.

As plantas medicinais não substituem o acompanhamento médico e em altas doses podem ser prejudiciais à saúde.

Be the first to comment on "Propriedades medicinas e utilização da Quina do Mato"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.