Origem e aplicação do Oiti na medicina popular e na ornamentação

Rate this post

Oiti (Licania tomentosa) é de origem americana, nativa da Mata Atlântica, sendo conhecida popularmente por vários nomes tais como goiti; oitizeiro; oiti-da-praia; oiti-cagão; guali; oiti-mirim; oiticica; manga-da-praia; guailí; guití e uit.

Oiti

Oiti (foto http://www.viveiroipe.com.br/?mudas=oiti)

Ela está reunida em aproximadamente 530 espécies, e algumas delas são frequentemente utilizadas na medicina popular, para o tratamento de doenças como malária, diarreia, diabetes e reações inflamatórias.

Descrição

A planta é uma árvore de grande porte e pode chegar até 20 metros de altura; além de apresentar copa muito frondosa e atraente.

Suas folhas são simples, alternas, elípticas, lanceoladas, pilosas em ambos os lados quando novas. As flores são pequenas e brancas e atraem variados insetos.

Possui fruto tipo drupa com epicarpo carnoso, de forma oval, com aproximadamente 5 cm de comprimento quando maduro; com uma semente grande envolta em massa amarela, pegajosa e fibrosa, que apresenta aroma agradável e saborosa, com casca amarelada quando maduro.

Serve para quê?

O fruto é comestível, nutritivo, de sabor doce e adstringente, que remete ao sabor da manga. Ele deve ser consumido maduro, in natura, mas também pode ser empregado para preparação de vitaminas com leite; além de usado cozido ou na forma assada. Possui efeito levemente laxativo.

Oiti

Oiti (foto http://www.viveiroipe.com.br/?mudas=oiti)

A espécie é bastante cultivada em virtude de seus frutos comestíveis, e suas amêndoas são ricas em óleo. A planta é usada no no paisagismo e principalmente para arborização de calçadas. Sua madeira pode ser aplicada na construção civil e obras hidráulicas.

A planta é administrada em usos fitoterápicos, com ação bactericida, antiviral e antitumoral, sendo muito comum na medicina popular.

Onde encontrar?

Ocorre do estado do Piauí até a Bahia, em floresta de restinga do nordeste e amplamente cultivada nas demais regiões.

Ela é comercializada em sites que vendem sementes e mudas de plantas, em pomares frutíferos e em variados projetos de ornamentação.

As plantas medicinais não substituem o acompanhamento médico e em altas doses podem ser prejudiciais à saúde.

Be the first to comment on "Origem e aplicação do Oiti na medicina popular e na ornamentação"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.