Siriema, considerada ave símbolo de Minas Gerais

Siriema, nativa da América do Sul, é uma ave de porte médio, com tamanho de aproximadamente 70 cm de altura e 90 cm de comprimento.  Taxonomicamente, a ave pertence à ordem Gruiformes ( “em forma de gruas” – devido ao aspecto do animal que lembra grandes guindastes); a mesma ordem onde está incluída a saracura e o frango d’água.

Origem do nome Siriema

O nome da ave é derivada do latim (çaria = crista; am = levantada), uma descrição bastante fiel ao que se verifica na base do bico – um tufo de penas em forma de leque, com tons variando do cinza ao preto.

Considerada a ave símbolo de Minas Gerais, a ave é encontrada em praticamente todo território nacional (com exceção das áreas mais densas da Amazônia); sendo avistada com mais frequência em regiões de campos e cerrados, além do Pantanal.  Com o avanço da construção civil, a ave também pode ser vista em certas áreas residenciais mais distantes dos centros urbanos.

Características da Siriema

Uma característica das siriemas são as pernas longas (são aves pernaltas). A propósito, essas aves passam a maior parte do tempo caminhando em locais descampados, frequentemente, em casais e, às vezes, com filhotes.

Quando sentem ameaçadas ou estão à procura de alimento, partem em corrida, mesmo morro acima. Raramente voam. Mesmo quando ameaçadas, na maioria das vezes; escondem-se atrás de troncos caídos no chão e deitam, camuflando-se com o ambiente.

Hábito Alimentar da Siriema

O hábito alimentar é basicamente carnívoro; nutrem-se de insetos, roedores, répteis (inclusive serpentes), lagartixas e de outros animais de pequeno porte.  De um modo geral, batem a presa no chão para matá-la e começam a comê-la pela cabeça.  Também se alimentam de grãos como o milho.

Canto da Siriema

O canto, que pode ser solitário ou em dueto, é caracterizado por sequências de gritos altos que tornam-se mais curtos e rápidos à medida que o tempo passa.  A intensidade do som é tal que os gritos podem ser percebidos a cerca de 1 Km de distância do animal.  Em muitos casos, a ave passa vários minutos cantando.

Reprodução

Os ninhos são construídos junto ao solo ou em locais baixos, de modo que o animal possa alcançá-lo com pequenos pulos. A choca dura de 24 a 30 dias e, aproximadamente, 15 dias após a eclosão dos ovos; os filhotes deixam o ninho e passam a acompanhar os pais.  Após cerca de 5 meses, são animais adultos.

Na música, a siriema é título de um clássico sertanejo, de autoria de Nhô Pai e Mário Zan e gravada por grandes nomes como Tonico e Tinoco,  Inezita Barroso e Mariângela Zan.

A primeira estrofe:

Oh! Siriema do Mato Grosso

Teu canto triste me faz lembrar

Daqueles tempos que eu viajava

Tenho saudade do teu cantar.

Siriema

Siriema

Siriema

Siriema

Be the first to comment on "Siriema, considerada ave símbolo de Minas Gerais"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.