Algaroba possui muita versatilidade para a indústria alimentícia

Algaroba (Prosopis juliflora) é uma árvore encontrada na América, Ásia e África, conhecida por  algarobeira (Brasil);
mesquite (México); cuji (Venezuela); algarroba, nacascol (Guatemala); carbón (El Salvador); acácia de Catarina (Nicarágua) e aromo (Panamá).

As vagens da algarobeira, são usadas na alimentação humana, desde a época do descobrimento da América; quando os navios espanhóis, aportaram na América do Sul; e os conquistadores encontraram os índios comendo seus frutos.

Cultivo

A árvore é reunida em mais de quarenta espécies, alcança entre 6 e 5 metros de altura, cujo tronco ramificado varia de 40 a 80 centímetros. Ela se adapta a variados tipos climáticos, sendo resiste a escassez de água, por isso é de fácil cultivo.

Algaroba (foto //www.tramil.net)

Algaroba (foto //www.tramil.net)

Suas folhas são bipinadas, produz inflorescência com flores pequenas, perfumadas e branco-esverdeadas, muito visitadas pelos insetos; além de serem usadas na apicultura, para a produção de mel. Os frutos são compridos, em forma de vagem, palatáveis e aromáticos. Propaga-se por sementes ou mudas.

Serve para que?

Seus frutos adocicados são ricos em proteínas capazes de alimentar e desenvolver tecidos gerando um crescimento; além de conter açúcares, gordura, vitaminas, sais minerais, e apresentam um bom índice de digestibilidade.

As vagens, moídas de forma artesanal, dão origem a uma espécie de farinha integral usada para diversas receitas culinárias.

Das vagens cozidas, prepara-se um extrato aquoso, que dá origem a um produto escuro e denso, lembrando o mel de abelhas.

Algaroba (foto //keys.lucidcentral.org)

Algaroba (foto //keys.lucidcentral.org)

As vagens batidas e torradas são utilizadas no preparo de uma bebida que substitui o café, sendo comum a utilização desses produtos por populações rurais. É usada ainda como espessante e estabilizante em bebidas, molhos e sorvetes. A planta é amplamente aproveitada pela indústria farmacêutica; na fabricação de papel; fixação de cores em tecidos; e ainda pode ser utilizada como substituto da goma arábica.

A semente de algaroba é uma valiosa matéria-prima agroindustrial pela presença de galactomanana – hidrocoloide, em seu endoplasma. As gomas LBG e Guar, são usadas na formulação de sorvetes, queijos pastosos, molhos para saladas e iogurtes.

Ela é utilizada para a produção de madeira, carvão vegetal, estacas, álcool, melaço, alimentação humana e animal, apicultura, reflorestamento, em projetos paisagísticos e sombreamento.

Be the first to comment on "Algaroba possui muita versatilidade para a indústria alimentícia"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.