Bico-de-papagaio, a planta símbolo do Natal do hemisfério Norte

Rate this post

Uma das plantas mais utilizadas e conhecidas na ornamentação do fim de ano, principalmente da época de Natal é o bico-de-papagaio (Euphorbia pulcherrima). Conhecida também como flor-de-Natal, folha de sangue, dentre outros nomes bastante sugestivos; essa espécie chama a atenção de muitos curiosos e profissionais da decoração pela belíssima coloração vermelho sangue de suas brácteas.

Bico-de-papagaio (foto: https://newinoeiras.nit.pt/na-cidade/camara-de-oeiras-vai-oferecer-flores-de-natal-aos-municipes/)

Origem e características da espécie

De origem mexicana, a flor-de-Natal se desenvolve muito bem principalmente no hemisfério norte, onde sua floração ocorre predominantemente no fim de ano; de modo que se tornou extremamente comum seu uso para a decoração natalina principalmente nos Estados Unidos. Contudo, no Brasil, graças às tecnologias existentes na área da biotecnologia e da botânica, vem sendo possível o cultivo dessa espécie e sua floração nos meses de dezembro.

No que se refere à sua caracterização taxonômica, o bico-de-papagaio é uma planta do grande grupo das angiospermas eudicotiledôneas, sendo uma representante da família Euphorbiaceae, onde estão classificadas outras importantes espécies como a seringueira e a mandioca. Já em termos morfológicos, a flor-de-Natal tem porte arbustivo e brácteas bem grandes e coloridas, que apresentam tons que variam do branco ao vermelho, e que são utilizadas para fins ornamentais. Já suas flores se caracterizam por serem bem pequenas em tons amarelados.

Desse modo, cuidado para não confundir: as partes coloridas são brácteas, termo botânico que se refere a folhas modificadas; ao passo que as reais flores são bem minúsculas e quase imperceptíveis. Além disso, essa planta, embora normalmente cortada para a utilização na decoração, pode chegar a cerca de 3 metros de altura, e enfeitar ambientes externos.

Poinsétia (foto: https://pt.wikipedia.org/wiki/Poins%C3%A9tia)

Como cultivar o Bico-de-papagaio?

Embora seja uma espécie que floresce principalmente em climas mais frios, a flor-de-Natal vem sendo cultivada com sucesso em jardins brasileiros, desde que receba bastante sol para o desenvolvimento do pigmento vermelho, e seja plantada em um local bastante adubado. Além disso, é interessante que, no plantio, se utilize um pedaço do galho enterrado para estimular seu desenvolvimento, método chamado de estaquia; e que, caso haja interesse do maior desenvolvimento de brácteas avermelhadas, a poda também deve ser realizada com certa frequência.

Outros fatores importantes são a oferta constante de água, principalmente se a planta for cultivada em ambientes externos; e também deve-se evitar o plantio do bico-de-papagaio em locais com geadas constantes. Vale ressaltar também que euforbiáceas normalmente apresentam compostos tóxicos; de modo que a flor-de-natal apresenta uma substância tóxica a humanos e animais de estimação, requerendo um certo cuidado em seu cultivo.

Be the first to comment on "Bico-de-papagaio, a planta símbolo do Natal do hemisfério Norte"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.