Gaiola das bruxas, fungo vermelho muito diferente

Rate this post

Os fungos compõem uma grande diversidade de organismos vivos, com estimativa de mais de 1,5 milhões de espécies pelo planeta (e pouco mais de 100.000 espécies catalogadas).
São organismos que apresentam características comuns a animais (como o fato de serem heterótrofos – não conseguem sintetizar seu próprio alimento) e também apresentam características comuns às plantas como, por exemplo, a presença de uma parede celular. Como não são uma coisa, nem outra, receberam um Reino à parte para eles: o reino Fungi.

Gaiola das bruxas – fungo vermelho de aparência excêntrica

Fungo gaiola-das-bruxas

Um dos fungos mais excêntricos, tanto pela forma, quanto pela cor é o Clathrus ruber, ou clatro-vermelho, também conhecido como gaiola das bruxas ou lanterna das bruxas.
O cogumelo é de origem europeia, mas já se encontra disseminado por todos os continentes.
Uma vez atingida fase adulta, a parte superior do fungo mostra-se como uma bola ovalada, com parede fenestrada (cheia de buracos, lembrando uma rede) apoiada sobre uma base branca (tecnicamente chamada de volvo), de onde partem os filamentos (hifas) que ficam imersas no substrato. Como não conseguem sintetizar seu alimento (os fungos são heterótrofos), os fungos só se desenvolvem onde há material orgânico. As hifas (filamentos que formam o corpo do fungo) liberam enzimas digestivas sobre o substrato, digerindo-o; na sequência, absorvem o material já digerido. Devido a essa digestão extracorpórea, é que os materiais infectados por fungos ficam “moles”.
A reprodução desse fungo, como os demais, ocorre por meio de esporos e o vento é o principal agente dispersor.

Odor desagradável:

Apesar da aparência até bonitinha, o clatro-vermelho exala um odor muito desagradável, que lembra carne em decomposição (por isso, é comum ver moscas “rodeando” esse fungo).
A espécie não é venenosa, contudo, em decorrência do forte odor, não é usada como alimento.
Antes do aparecimento da parte superior, avermelhada, vê-se no solo um “ovo” esbranquiçado. Este ovo é usado como iguaria em algumas partes do mundo (esse ovo não exala o odor desagradável).

Fungo gaiola-das-bruxas (visto de cima)

Coloração vermelha: 
O tom vermelho da parte superior da gaiola-das-bruxas é devido à presença de pigmentos como o beta-caroteno e o licopeno (muito abundantes no tomate vermelho).

 

Be the first to comment on "Gaiola das bruxas, fungo vermelho muito diferente"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.