Gavião carcará, exímio predador de pintinhos e temido pelas crianças

Gavião carcará, exímio predador de pintinhos e temido pelas galinhas e crianças que moram na zona rural.

Um certo piado no céu e os pintinhos das galinhas caipira buscam abrigo. Predador à vista!

O gavião é, sem dúvida, o maior predador de pintinhos na roça. Ele fica pousado no galho de alguma árvore e quando algum pintinho descuida, ataca-o impiedosamente.

Com suas garras afiadas captura o filhote e com seu bico forte, curvo e afiado, rasga a pele do animal e arranca pedaços de carne com impressionante facilidade. Em poucos minutos a presa é devorada.

Algumas galinhas defendem ferozmente a cria e, por isso, são escolhidas para chocar na expectativa de que todos (ou quase todos) os filhotes sobrevivam.

Contudo, nem sempre dá para escolher a galinha que deverá chocar. Isso porque, em muitas vezes, a galinha faz ninho no mato e por lá choca seus ovos. Quando o dono da casa percebe, ela chega em seu terreiro (quintal) com um monte de pintinhos.

Uma estratégia para reduzir a predação pelos gaviões é deixar a galinha com os pintinhos em cercados denominados de pinteiros, até que os pintinhos fiquem mais espertos e com maior tamanho. Com maior agilidade, as chances de êxito do gavião reduzem significativamente.

Conhecendo um pouco mais o gavião carcará

Ele é uma ave de rapina (verbo rapinar = arrancar com violência), amplamente encontrada no Brasil. É avistado em regiões descampadas, várzeas, bordas de matas e até áreas urbanas (inclusive de grandes centros).

Algumas espécies como o gavião de penacho vivem no interior de matas, alimentando-se de outras aves, de répteis, anfíbios e mamíferos de pequeno porte, como gambás.

Como se vê, essas aves têm um hábito alimentar carnívoro; alimentam-se de invertebrados até pequenos mamíferos. Também não dispensa algum animal atropelado e esmagado na estrada.

Outras espécies, como o gavião-carijó, saqueiam ninhos de outras espécies de aves. No pantanal, o carcará pode ser encontrado próximo a ninhais de tuiuiú, alimentando-se de restos deixados pelos pais, de filhotes e de ovos.

Os gaviões possuem visão muito aguçada, com olhos voltados para frente; isso possibilita uma visão binocular, o que dá a noção de distância e de profundidade, requisitos imprescindíveis ao sucesso do ataque.

Dotados também de uma audição bastante aguçada, rapidamente chegam a uma presa agonizando. Por este motivo, juntamente com a excelente visão,  é muito comum a chegada de gaviões às carcaças de animais atropelados antes dos urubus.

No caso do carcará, a fêmea põe 2 a 3 ovos por ninhada. Após um período de choca de 28 dias, nascem os filhotes, que só voarão após 3 meses de vida.

Gavião carcará (Foto: Ângela Quinelato)

 

Casal de Carcará (Foto: Ângela Quinelato)

 

Gavião Carcará (Foto: Ângela Quinelato)

Be the first to comment on "Gavião carcará, exímio predador de pintinhos e temido pelas crianças"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.