Anta, considerado o maior mamífero terrestre do Brasil

Rate this post

A anta (Tapirus terrestris), também conhecida como anta brasileira, é o maior mamífero terrestre do país, e possui ampla distribuição geográfica. Encontrado em praticamente todos os biomas do território, esse animal possui graus diversos de conservação a depender da região; possuindo um estado pouco preocupante na região Amazônica, mas sendo regionalmente extinta em regiões de caatinga. Desse modo, fica evidente a necessidade de se conhecer melhor esse mamífero com o objetivo de garantir sua conservação.

Anta (foto: https://www.infoescola.com/mamiferos/anta-brasileira/)

Descrição

Por ser o maior mamífero terrestre existe no Brasil, a anta tem algumas dimensões que chamam a atenção de muitos curiosos. Isso porque ela pode chegar a um comprimento de até 2 metros, incluindo sua cauda de aproximadamente 10 centímetros; e pode pesar até incríveis 300 kg.

Além disso, esse mamífero se caracteriza também pela presença de uma coloração marrom escura ou cinza no indivíduo adulto; o qual apresenta patas mais curtas, cabeça relativamente grande com focinho e uma pequena tromba que apresenta um pouco de mobilidade. Vale ressaltar que, na região dorsal do pescoço, esse animal também possui uma pequena crina.

O filhote, por sua vez, apresenta características bem contrastantes em relação ao indivíduo adulto; visto que nasce repleto de manchas brancas pelo corpo, de modo a permitir uma maior camuflagem e consequente proteção contra possíveis predadores. Todavia, após um período de aproximadamente 8 meses, essas manchas somem e o filhote assume a coloração do adulto.

Filhote (foto: https://www.euquerobiologia.com.br/2014/11/7-razoes-para-voce-adorar-as-antashtml)

Hábitos da anta

Esse animal normalmente habita áreas de florestas, mas sempre próximo a corpos d’água; haja vista sua grande habilidade para natação, e o fato de haver certa preferência por defecar embaixo d’água. Além disso, é um mamífero normalmente herbívoro, que se alimenta tanto de plantas, quanto de frutos, ou até mesmo de cascas de árvores; tendo um grande papel na dispersão de sementes e espécies vegetais. Vale ressaltar que, além de preferir defecar debaixo d’água, a anta normalmente o faz sempre em um mesmo local, como forma de demarcar território; sendo o local denominado de latrina.

Quanto à reprodução, esse mamífero, normalmente encontrado solitário, ou aos pares, tem uma gestação bem longa; que pode durar em torno de 13 a 14 meses, que resulta em apenas 1 filhote. Desse modo, torna-se evidente a vulnerabilidade das populações de antas em resposta a variações do ambiente, e à destruição de seus habitats pelos seres humanos. Esse filhote, que já nasce com cerca de 7 kg, permanece com a mãe até 1 ano de idade; e pode chegar a viver mais de 20 anos.

Curiosidades

Você com certeza já deve ter ouvido alguma pessoa chamar a outra de anta, devido a alguma situação em que ela “comeu mosca”. Mas, saiba que, embora essa expressão seja usada de modo lúdico como algo pejorativo; na realidade, ser chamado de anta pode ser até um elogio. Isso porque são animais extremamente inteligentes, com grande número de neurônios em seu sistema neural; e chamam a atenção de pesquisadores devido à sua excelente memória. Sendo assim, ao ser chamado de anta, agradeça: você possui uma excelente capacidade intelectual!

Anta (foto: https://segredosdomundo.r7.com/anta/)

Be the first to comment on "Anta, considerado o maior mamífero terrestre do Brasil"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.