Monjolo, desde o Brasil Colônia, ajudando na boa culinária brasileira

5 (100%) 1 vote

Monjolo é uma das máquinas hidráulicas mais simples inventadas pelo homem; e chegou ao Brasil com os portugueses durante o período colonial.

Durante muito tempo tornou-se ferramenta indispensável na lida da roça, pois dispensava o uso de mão-de-obra escrava, que antes socava e moía os grãos em pilões.

Ele era de grande valia também para as nonas, das pequenas casas de roça; que usavam o fubá de milho moído pelo Monjolo, para preparação de variados quitutes; ao longo de várias décadas, pelos rincões brasileiros.

Hodiernamente, com o avanço da tecnologia e o uso da eletricidade; o monjolo tornou-se peça de decoração e de nostalgia, em locais que têm o turismo rural como principal atração, despertando interesse das gerações mais novas, que não viveram em seus momentos áureos.

Monjolo

Monjolo

Como era o funcionamento?

A antiguidade era movida pela força da queda d’água, que o impulsionava como se fosse uma gangorra.

De um lado, uma concha recebe a água até se encher totalmente. Dessa forma, a outra parte do monjolo, onde há uma estaca, se levantava. Ao esvaziar a cuba, o movimento se inverte; proporcionado o sobe-e-desce, de modo que o grão era socado e moído dentro de um recipiente em forma de pilão.

O processo de moagem era mais demorado, mas há quem diga que não há fubá melhor que o moído pelo monjolo; e que as receitas culinárias tinham um gosto muito especial.

Além de fornecer uma considerável economia de energia, o equipamento possuía seu charme e rusticidade, que ainda está muito presente em chácaras e museus de roça.

Onde encontrar?

Ele é encontrado em pequenas chácaras, em museus da zona rural; e em locais que têm o turismo rural arraigado e como principal atração.

Monjolo

Monjolo

Há amantes de antiguidades que recuperam o artefato para ver o sobe e desce de sua estaca quebrando o grão; que remete à um passado de vida simples, de muito trabalho, mas muita riqueza cultural.

 

Be the first to comment on "Monjolo, desde o Brasil Colônia, ajudando na boa culinária brasileira"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.