Levedura desde a antiguidade fornecendo benefícios e malefícios

5 (100%) 2 votes

As leveduras são fungos unicelulares, que não são visíveis a olho nu e muito importantes para o processo de fabricação de pães e cervejas, sendo um procedimento utilizado desde a antiguidade.

Seu nome é derivado do latim, que significa crescer ou fazer crescer. As primeiras leveduras de que se têm notícia foram usadas para crescer a massa de pães, principal alimento usado desde os tempos mais remotos.

As leveduras, como os demais fungos,  não fazem fotossíntese e não formam um grupo taxonômico. Existem aproximadamente 800 espécies descritas, agrupadas em 80 gêneros, sendo a grande maioria de ascomicetos.

Reprodução da Levedura

Geralmente grande parte das leveduras possui formato oval, mas há as cilíndricas, redondas, triangulares e apiculares. Sua reprodução acontece de forma assexuada por meio de brotamento, ou seja, uma levedura não precisa de outra para gerar novos indivíduos. Há duas formas de reprodução:

1-Gemação, este tipo ocorre nos mostos em fermentação, no qual há formação de pequenas protuberâncias na superfície da célula que, depois de se desenvolverem, se desprendem, passando a ter vida própria.

2-Esporulação de novas células, consiste na formação de esporos no interior das células, que se tornam livres pela ruptura.

Tipos de Leveduras

Levedura (foto http://revistapesquisa.fapesp.br/2011/04/04/outra-levedura-para-o-etanol/)

Levedura (foto http://revistapesquisa.fapesp.br/2011/04/04/outra-levedura-para-o-etanol/)

Há as leveduras que transmitem doenças, sendo prejudiciais à saúde humana. Um exemplo clássico é o da Cândida albicans, que ataca a genitália feminina, causando grande desconforto e de difícil tratamento.

Há as leveduras que são usadas na indústria alimentícia para a fabricação de pães, vinhos, cervejas, sendo muito benéficas aos seres humanos.

Principais leveduras

-Saccharomuces cerevisiae, utilizada na panificação e cervejaria. Após o processo de fermentação, as leveduras são recolhidas e secadas a vapor, para fins de comercialização como alimento;

-Kluyveromyces marxianus, cresce no soro do leite, utilizada para diminuir a DBO (Demanda bioquímica de oxigênio);

-Shizosaccharomyces pombe, esta espécie é usada como modelo científico;

-Cryptococcus neoformans, esta espécie é um patógeno humano e causa várias micoses sistêmicas;

-Candida albicans, é um patógeno humano e causa micoses superficiais e profundas;

-Blastomyces spp, responsável pela causa da blastomicose, esta espécie causa também micoses profundas;

-Paracoccidioides brasiliensis é um patógeno humano, causando várias micoses superficiais e profundas;

-Pichia stipitis, utilizada em pequisas da USP com a Universidade de Minho, Portugal, para produção do etanol a partir de xilose, que é um tipo de açúcar abundante nas plantas; encontrado em resíduos ainda pouco aproveitados como bagaço e palha da cana-de-açúcar.

Benefícios da Levedura

A levedura utilizada na produção de bebidas alcoólicas é um fermento natural utilizado na fermentação do mosto, que é uma mistura de cevada, água e lúpulo para, enfim, produzir a cerveja, apelidada de ouro líquido e uma das bebidas mais apreciadas no mundo.

Ela é pertencente ao gênero Saccharomyces, sendo que a principal espécie entre elas é a Saccharomyces cerevisiae, que possui alto teor proteico, gorduras, além de ser fonte de vitaminas do complexo B.

Ela é grande aliada do aparelho digestivo, pois ajuda no funcionamento dos intestinos, além de defender o organismo contra agentes patogênicos.

Be the first to comment on "Levedura desde a antiguidade fornecendo benefícios e malefícios"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.