Curuba, exótico, mas versátil na culinária e na saúde

Avalie esta postagem

Curuba (Passiflora mollissima) é nativo da América do Sul e é  conhecido também como maracujá banana, pois seu formato lembra a fruta. Pertence à família Passifloraceae, que reúne aproximadamente 150 espécies.

Cultivo da Curuba

É uma trepadeira, que prefere clima tropical, solos ricos em nutrientes e rega constante sem encharcamento. É bem resistente às baixas temperaturas. Suas flores são rosadas ou amareladas e polinizadas por insetos tais como a abelha. Seu frutos são finos e compridos, com casca lisa, polpa amarelada, azeda e com sementes pretas. Propaga-se por sementes ou mudas.

Propriedades do Curuba

Curuba (foto http://www.colombiaexpomilan.co/

Curuba (foto http://www.colombiaexpomilan.co/

Suas folhas e suco contêm passiflorina, que é um sedativo natural, além de ser rico em vitamina A, C, B12 e sais minerais tais como cálcio e fósforo.

O chá preparado com as folhas tem efeito diurético e usado na medicina popular, além de possuir propriedades anti-inflamatórias.

Serve para quê?

O fruto pode ser usado em diversas receitas culinárias tais como suco, sorvetes, mousses, bolos, pudins e geleias.

Possui, também, valor ornamental devido as suas belas flores, embelezando quintas e pomares frutíferos de casas e chácaras.

Em outros países tais como na Bolívia, o seu sumo misturado com aguardente e açúcar é servido como um cocktail antes do jantar. Na Colômbia é comum retirar a semente e servir a polpa com leite e açúcar.

Onde encontrar?

Curuba (foto http://selosdefruta.blogspot.com.br/2010/12/fruto-curuba.html)

Curuba (foto http://selosdefruta.blogspot.com.br/2010/12/fruto-curuba.html)

Ele pode ser encontrado em sites especializados em comercialização de sementes e mudas de plantas; além de fazer parte de pomares e pequenas hortas domésticas.

As plantas medicinais não substituem o acompanhamento médico e em altas doses podem ser prejudiciais à saúde.

 

Be the first to comment on "Curuba, exótico, mas versátil na culinária e na saúde"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.